Gantt
Gantt

Crie um gráfico de Gantt para organizar um projeto com eficiência

O que é um gráfico de Gantt?

Criado na década de 1890 pelo engenheiro Karol Adamiecki e democratizado por Henry Gantt 20 anos depois, o gráfico de Gantt é uma ferramenta que permite visualizar rapidamente o andamento geral de um projeto e as etapas necessárias para alcançá-lo.

Esta ferramenta permite representar graficamente:

  • a duração exata do projeto, com data de início e término,
  • as diferentes tarefas que compõem o projeto,
  • a data de início e término de cada uma dessas tarefas, bem como sua duração,
  • a sobreposição de tarefas, bem como a duração de cada sobreposição.

Visualmente, esta ferramenta assume a forma de uma tabela com vários elementos-chave. Na coluna da esquerda, há uma lista de tarefas e subtarefas. O eixo do tempo do projeto é inserido na linha de cabeçalho. Por fim, cada linha corresponde a uma tarefa identificada e representada por um retângulo mais ou menos longo dependendo da duração estimada. A cor dos retângulos geralmente define a pessoa ou a equipe responsável pela tarefa.

O que é um gráfico de
O que é um gráfico de

Em suma, o gráfico de Gantt permite planejar um projeto de forma eficaz, bem como acompanhar as tarefas, prazos e recursos atribuídos diariamente. A informação é centralizada e acessível a todos graças a uma operação simples.

As etapas para criar um gráfico de Gantt

Para planejar um projeto de forma eficaz usando um gráfico de Gantt, é necessário seguir uma série de etapas:

1. Listar tarefas

Para realizar um projeto, é importante incluir todas as tarefas e subtarefas necessárias para o seu bom andamento. Comece estabelecendo uma lista completa das ações que devem ser realizadas. Identifique as tarefas, das menos significativas às mais substanciais, priorizando-as. Use o sistema de subtarefas para uma organização mais clara. Esta etapa às vezes é tediosa, mas é essencial realizá-la corretamente para estimar com a maior precisão possível o tempo a ser concedido a todo o projeto e evitar atrasos.

2. Liste os recursos disponíveis e atribua tarefas

Cada realização de projeto requer o fornecimento de recursos. Durante esta etapa, liste seus recursos humanos, materiais e financeiros que lhe permitirão realizar o projeto. Da mesma forma, tente estimar seus recursos com a maior precisão possível para evitar surpresas desagradáveis. A partir daí, será necessário atribuir as tarefas ou subtarefas previamente definidas aos interessados.

3. Defina a duração de cada tarefa

Em seguida, é necessário atribuir durações estimadas a cada tarefa, com aqui também uma data de início e término. Esta etapa construirá os retângulos que aparecem no gráfico de Gantt, cujo comprimento depende do tempo estimado.

A data final do seu projeto pode derivar desta estimativa ou ser definida a montante, para quem tem prazo. Neste caso, é a data de lançamento do projeto que será deduzida da estimativa global das tarefas a realizar. Lembre-se de planejar os perigos!

4. Defina correlações

O gráfico de Gantt também permite visualizar a correlação entre as tarefas. Para tornar essas correlações explícitas, escreva setas entre as tarefas dependentes. Vamos imaginar que existe uma tarefa A, uma tarefa B e uma tarefa C. As três tarefas estão correlacionadas e as tarefas B e C não podem ser realizadas até que a tarefa A seja concluída. Se a tarefa A estiver atrasada no prazo, ela será automaticamente repassada para as tarefas B e C. Uma operação muito prática para modificações em tempo real ao longo do projeto.

5. Adicione marcos

Os marcos representam as principais datas que entram em jogo na execução do seu projeto. Esta pode ser uma data de reunião importante, o fim de um período, a data de início da produção… Em geral, os marcos são representados por diamantes nos gráficos de Gantt.