segurança de TI
segurança de TI

Auditor de segurança de TI – hackers em nome da segurança cibernética

Qualquer pessoa interessada em um emprego no setor de segurança de TI raramente encontrará anúncios de emprego com o título de hacker. Nas empresas, existem todos os tipos de nomes para descrições de cargos no setor de segurança de TI. Você pode encontrar uma ampla variedade de cargos, de analistas de segurança de TI a testador de software, engenheiro de desenvolvimento de segurança cibernética e auditor de segurança.

O tema segurança de TI desempenha um papel existencial para as empresas. Pense no caso em que um vírus de criptografia fez com que um hospital inteiro não pudesse mais acessar os dados de seus pacientes. Quando se trata de dados de clientes, estratégias corporativas, dados bancários, dados de pesquisa e desenvolvimento, a existência da empresa depende da segurança desses dados. Mas mesmo as empresas que lidam com aplicativos do dia a dia para o setor privado, como casas inteligentes, conectividade no setor automotivo ou Internet das Coisas, devem contar com a segurança de TI em seus processos de desenvolvimento para não exporem seus usuários a perigos.

Na segurança cibernética, é importante evitar ataques criminosos direcionados, mas também eliminar perigos não direcionados, como vírus clássicos ou cavalos de Tróia, que ocorrem por meio de falhas de segurança em programas de e-mail spam e usuários inexperientes. Especialistas em segurança já estão envolvidos no desenvolvimento de software. É importante realizar análises de ameaças e riscos e desenvolver conceitos de segurança.

Auditor de segurança de TI: requisitos

Portanto, se você deseja lidar com segurança de TI profissionalmente, tem as melhores perspectivas de carreira. Os especialistas em segurança cibernética e de TI são muito procurados. Uma boa base para um trabalho na área é um conhecimento sólido de tecnologias comuns da web, linguagens de programação e protocolos de rede. Conhecimento de Python, JavaScript, HTTPS,  bem como experiência com vários sistemas operacionais como Linux ou Windows são frequentemente necessários. Certificações de segurança de TI, como B. CISSP, OSCP, SANS podem ser uma vantagem no início de sua carreira.

Para ter um bom desempenho como auditor de segurança, a segurança de TI também deve ser um hobby. Porque é importante competir com hackers profissionais com potencial criminoso. As lacunas de segurança devem ser reconhecidas com antecedência. Qualquer pessoa que nem sempre está atualizada com a tecnologia mais recente pode facilmente ignorar os pontos fracos na busca de threads. Existem empresas que oferecem teste de penetração como um serviço. Os especialistas em segurança de TI tentam penetrar no sistema da empresa de fora para informar o cliente sobre possíveis pontos fracos e falhas de segurança. Posteriormente, são propostos conceitos para a retificação e preparadas as instalações de prova de conceito.

Áreas

Para se ter uma ideia do que é possível, existem competições regulares como o Cyber ​​Security Challenges, em que os talentos da segurança competem entre si em equipes de hacking. Qualquer pessoa interessada em segurança cibernética enquanto estuda ou até mesmo na escola pode colocar seu talento à prova nessas competições.

Existem diferentes áreas nas quais a segurança de TI desempenha um papel importante. Uma carreira em segurança pode se especializar em diferentes áreas, como inteligência de segurança, segurança em nuvem, segurança de rede, segurança de endpoint ou segurança de aplicativo.

Independentemente da área de segurança de TI em que deseja trabalhar, você deve ter boas habilidades de comunicação, além de habilidades analíticas e conhecimento especializado. É importante, como consultor de segurança externo, informar o cliente sobre vulnerabilidades de segurança sigilosas ou treinar outras áreas da empresa, se alguém for responsável pela segurança de TI dentro da empresa. Como um especialista em segurança, você também deve gostar de trabalhar em equipes interdisciplinares no departamento de desenvolvimento. Para isso é importante falar a língua dos demais membros da equipe – ou seja, inspirar-se no respectivo ponto de vista.